Menu fechado

R.R. SOARES • Série HEREGES

“Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo (1 João 4:1)”

========================
========================
Vou começar lançando um desafio:

Encontre um único vídeo em que esse falso mestre prega o Evangelho pleno!
========================
========================

Resumo das heresias da Igreja Internacional da Graça:

-Confissão Positiva
-Triunfalismo
-Teologia da Prosperidade
-Misticismo

Vamos ao que interessa:

1ª Heresia dos sectários da Seita Internacional da Graça de Deus: O famoso “em nome de Jesus”:
A maior parte das seitas evangélicas são bem conhecidas e fazem o maior sucesso Brasil adentro pela gritaria, atentado à tranqüilidade da boa vizinhança, e pelas famosas “palavras mágicas” que os pseudo-pastores berram tanto, como:
“Sáááááááiiii; toooma frentxiii Jesus; Amém igreja?!; In nômi de Jesus…”

Pois essa é a curiosidade… quem deu autoridade a esses hereges pra falar em nome de Jesus Cristo? Quem são esses indivíduos para falar por Cristo?

Na Bíblia diz:
“E farei tudo o que pedirdes em meu nome, para que o Pai seja glorificado no Filho. Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei.” (Jo 14:13)

Disso os neopentecostais, inclusive obviamente o R.R. Soares, interpretam pessoalmente, e acham que eles tem autoridade pra isso. (II Pedro, I, 20)

E dessa interpretação pessoal, eles são como se fossem “intermediários” das pessoas, pois eles estão pedindo “Em nome de Jesus” favores especiais aos seus seguidores enquanto as pessoas é que deveriam seguir a Cristo e pedir exclusivamente a Ele! (Jo 14:13 / Mt. 6:6).

Como já tratado nesta página, “Em nome de Jesus” não é uma frase mágica. Essa frase, se colocada no fim de qualquer oração, não tem poder. Não é uma frase mágica que mudará a força de sua oração, mas a sua condição quando ora!

Não pense que dizer algo “em nome de Jesus” seja muito diferente de profetizar falsamente em nome de Deus, ou seja, sem que Ele tenha mandado: “Eles estão profetizando mentiras em meu nome. Eu não os enviei”, declara o Senhor.” Jeremias 29:9

Encerrado essa 1ª heresia pra não ficar tão longo e chato de ler.
===========================

2ª Heresia: “Poder que Deus me deu”:

Nessa 2ª heresia, ouve-se o famoso papinho dos “neopentecas” de terem tido uma experiência com Deus, e que assim mudaram de vida, se desviaram do inferno, se converteram…

Deus se experimenta? Mas que raio então é a fé? Fé é algo que se tem de imediato e que se vê, se experimenta? O contrário exato do que a Bíblia afirma em Hebreus 11:1?

E outra, Deus não aparece pra qualquer um, em Deus se tem fé, se acredita, foi inclusive isso que aconteceu com Gideão, ou esses indivíduos nem as histórias mais básicas da Bíblia conhecem? E o, bem atrevidinho por sinal, R.R. Soares diz “o poder que Tens me dado”…

Santo Deus…

Mas tudo bem, já sabemos da quantidade dos ditos evangélicos que não aguenta ter as Escrituras como suficiente. Confundem a fé cristã com prova prática. Confundem o criador, a quem deviam servir, com um servo que beneficia os dizimistas.

Tá aí algo curioso. Jesus curava quem Ele queria, algumas vezes não foi gente que pediu cura. Assim como os apóstolos também o fizeram (Atos 3:6). Então de onde saiu essa ideia furada de que Deus cura e prospera quem dá dinheiro pra pastor e esnoba os não dizimistas sem igreja?

Aliás, e esse dom de cura automático aí? Já viram esse cidadão indo em hospitais fazer uma seção de curas grátis? Não! Isso porque? Por que enfermos em um hospital não dizimam, não ofertam, não pagam seu cachê! Sim, isso mesmo! A acusação é referente a um texto desse pilantra mesmo, leiam e pasmem:

Na seção “Missionário Responde”, o site de R.R. Soares afirmou que a igreja não deve ajudar os pobres, porque significaria desvio dos recursos da evangelização. Para a Igreja Internacional da Graça de Deus, é o governo que tem de recorrer os necessitados, porque arrecada imposto para isso.

Leia você mesmo!
http://www.ongrace.com/rr/lerResposta.php?id=3355

Que as igrejas neopentecostais não ajudam os pobres — elas os exploram — é público e notório, mas até agora nenhuma delas tinha admitido isso com tanta franqueza, ao menos por alguns instantes.

A afirmação de que a ajuda aos pobres cabe ao governo mostra como os pastores dessas igrejas se livram de algum eventual sentimento de culpa pela sua omissão.

As igrejas desfrutam de isenção de impostos justamente porque se pressupõe que prestam um serviço de assistência espiritual e material aos pobres, de acordo com os princípios cristãos.

Mas essa isenção — como também se sabe — tem servido tão somente para o enriquecimento desses pastores e a construção de imponentes templos.

===========================

3ª Heresia: Hipocrisia, idolatria ou veneração?:

Engraçado que vida de muito neopentecostal é atacar os católicos, dizer que imagens são idolatria, que veneração e adoração (Dulia e Latria) é tudo a mesma coisa, leem explicações sobre o assunto, mas não entendem absolutamente NADA (ou fingem que não entendem), enfim… criancinhas católicas sem catecismo sabem dialogar sobre esse assunto (mais que um neopentecostal) e refutariam fácil um crente desses, ainda mais com teto de vidro!

Não só essa seita (IIGD), mas várias outras seitas evangélicas fazem isso: quando alguém usa um escapulário, um terço ou crucifixo, eles dizem que é “adoração ao objeto”, que se atribui um poder que o objeto não tem e que se usa como Deus ou um ídolo. E de fato é mesmo! Isso é misticismo.

E agora os hereges estão “atribuindo poderes” a flores cultivadas não lembro aonde, dizendo que:

“A Rosa é capaz de puxar toda a fé negativa; puxamento espiritual…”, “a rosa vai puxar todo o mal que está na pessoa”.

Sinceramente, de cristãs essas seitas que fazem esses eventos não tem nada, coisa de macumbaria mesmo, levar peça de roupa pra fazer não sei o quê, tocar em lençol, fogueira santa, rosa, etc…

ISSO É MISTICISMO E OCULTISMO, não confunda com Cristianismo!

===========================

4ª Heresia: A vontade de Deus não interessa.

Tenha paciência e leia essa aberração, baseada nas afirmações de Benny Hinn e Keneth Hagin, veja o que R.R. escreveu em um de seus livros:

===========================
“É errada a idéia que “o Senhor Deus é quem cura, e que ele é o responsável para que os milagres ocorram. Enquanto você esperar que ele venha curá-lo, provavelmente continuará sofrendo. Se você descobre que certa coisa é sua, você não precisará de nenhuma fé para exigir aquilo que sabe que é seu. Você simplesmente tomará posse do que é seu. Você deve exigir o cumprimento do seu direito imediatamente e, logicamente, ficar curado. Você deve exigir os seus direitos em Cristo. Usar a frase ‘se for a Tua vontade’ em oração pode parecer espiritual, e demonstrar atitude piedosa de quem é submisso à vontade do Senhor, mas além de não adiantar nada, destrói a própria oração. Não é pela misericórdia de Deus que você poderá ser curado, mas sim que você tem o direito de exigir a sua cura. É só você crer no que o Senhor declara e exigir a Sua bênção (exigir de Deus a bênção), ordenando ao mal que saia do seu corpo. Você não precisa orar, jejuar ou pedir a quem quer que seja para orar por você. Segundo estas declarações (Is 53.4,5) você pode ter certeza absoluta que Deus já o curou. Você é o único responsável por sua cura. Você deve exigir o cumprimento do seu direito imediatamente e, logicamente, ficar curado.”
(R.R.Soares no livro “O Direito de Desfrutar Saúde”)
===========================

Dá pra acreditar nisso??? E a oração do próprio Jesus? “Seja feita Sua vontade…”, por 2 vezes diferentes, no “Pai nosso” e momentos antes da crucificação?

“Pai, se queres, afasta de mim este cálice; contudo, não seja feita a minha vontade, mas a tua”. Lucas 22:42

Como é que alguém lê isso e não fica pelo menos desconfiado de que se trate de um FALSO MESTRE?

ME DIGA!

===========================
Acho que encerro aqui, dentre dezenas de heresias que encontrei, essa me desmotivou continuar.


  • R$ 20,00
    Ou em até 1x de R$ 20,00
    Sem Juros - PagSeguro
  • R$ 26,00
    Ou em até 1x de R$ 26,00
    Sem Juros - PagSeguro
  • R$ 26,00
    Ou em até 1x de R$ 26,00
    Sem Juros - PagSeguro

Artigos relacionados