Publicado em

DESIGREJADOS X IGREJAS PODRES

O mais natural pra quem percebe que sua denominação não irá mudar as heresias, é ir pra outra igreja conscientemente. Não faz sentido considerar que todo pastor é ladrão por que conheceu 1 que era, por exemplo.

Aliás, quem diz isso está chamando personagens bíblicos como Tiago e Timóteo (que eram pastores) de ladrões. E se alguém disser que antes havia pastores honestos, mas hoje não, então está chamando Cristo de mentiroso, pois Ele prometeu que o Espírito Santo levantaria pessoas para pastorear a Igreja, ou, no mínimo, dizendo que o Espírito Santo é incompetente.

Como se nota, esse tipo de desigrejado é só mais uma representação da incredulidade. A propósito, quem não congrega porque não tem onde ir, é diferente de quem milita pela “causa dos desigrejados”. E é a esses do segundo grupo a quem eu me dirijo neste post.

Esses argumentos baseados na própria decepção costumam jogar no lixo tudo que as Escrituras dizem acerca do que é congregar, tudo que Cristo e os apóstolos ensinaram, todos os relatos sobre a igreja primitiva. É o argumento do ressentido, do magoado, do coitadinho revoltado. Argumentam com a conveniência e não com as Escrituras.

Se decepcionou com a igreja? Não viva com essa mágoa! Não viva ressentido, muito menos tente viver algo pela conveniência. Pelo contrário, agora que abriu os olhos, TRANSFORME o que há à sua volta, ensine os mais fracos e novos na fé.

– Lucas Rosalem