Menu fechado

VERGONHA é um bom motivo para expor falsos mestres

Eu entendo que alguns crentes fiquem nervosos ao verem suas igrejas e cantores favoritos expostos e suas heresias combatidas publicamente. Entendo, sim, completamente! Eu amo essas pessoas, amo você que está lendo. Mas, se você me ama, também precisa tentar me entender. Leia meu breve testemunho pessoal.

Eu também tinha receio quando algum cristão denunciava outro publicamente; qualquer que fosse o caso. Mas comecei a ver por toda a Internet que quem gera vergonha aos evangélicos, são os próprios evangélicos, quando fazem todo tipo de patifaria. Principalmente envolvendo dinheiro, campanhas absurdas ou descontrole total dizendo que é o Espírito Santo.

Quem divulga mais essas coisas são ateus e não os crentes..Se você tem vergonha de ver um crente combatendo uma prática absurda, deve ter muito, mas muito mais vergonha, de ver um ateu expondo COM RAZÃO um crente.

Aí está um problemão: quando um ateu divulga algo assim, está RIDICULARIZANDO todo o Cristianismo. Porém, quando um crente publica, está COMBATENDO. Vê a diferença?

Qualquer pessoa, por mais burra que seja, verá que: se “até um crente” está denunciando aquilo, então realmente tem algo de errado e, principal: a coisa denunciada não representa o Cristianismo. Agora, se os crentes se calam e deixam apenas os ateus exporem os absurdos dos crentes, todo mundo fica achando que o problema é o Cristianismo, e não aquele grupo específico que fez o absurdo. Você tem a obrigação moral de se manifestar. Ou será que é cúmplice? Será que é só mais um falso crente negligente?

Pois bem; a própria Bíblia da exemplos disso que estou querendo dizer: Paulo viu Pedro apoiando os judaizantes na frente de vários irmãos. Sua postura imediata foi expor o erro de Pedro também na frente de todos os presentes, senão não teria sentido. Como ele mesmo diz: “Quando, porém, Pedro veio a Antioquia, enfrentei-o face a face, por sua atitude condenável. […] declarei a Pedro, diante de todos…” (Gálatas 2:11,14).

Aposto que seu líder disse que fazer isso é “tocar no ungido”, não é? Deixe o Espírito Santo falar contigo. Se você está sozinho, não tem nada a perder. Reflita calmamente sobre isso.

A Bíblia ainda diz o seguinte: “É necessário que haja entre vós heresias para que os sinceros se manifestem” (I Coríntios 11:19).

Segundo a Bíblia, é “necessário” que hajam heresias, justamente para que nós, cristãos sinceros, nos manifestemos. Paulo fez isso publicamente e ainda escreveu em carta pública à Igreja. Cristo fazia isso também; Ele combatia os falsos mestres na frente de todos, não tinha acordo.

Então não posso simplesmente fazer de conta que não tem nenhum problema acontecendo na igreja brasileira e continuar falando de Jesus sem deixar claro que nossa posição não é a mesma dos pastores da TV e que o Evangelho não tem nada a ver com aquilo; que essas estratégias bizarras e mundanas não refletem a proposta de Jesus, nem a forma como Ele e os apóstolos levavam o Evangelho. Aliás, o Evangelho deve ser levado, e isso é fora da igreja. Não é o ímpio que deve ser enfiado na igreja. Nós, segundo a Bíblia, aprendemos a ir lá fora pra pregar a ele. A Igreja de Cristo é a comunhão do povo de Deus, não é um clube.

Os valores estão todos invertidos, mas os “sinceros” sempre se manifestarão, brother. Espero que você, que está lendo isso, esteja conosco, defendendo a fé cristã, junto com Cristo. 🙂

– Lucas Rosalem


  • R$ 20,00
    Ou em até 1x de R$ 20,00
    Sem Juros - PagSeguro
  • R$ 26,00
    Ou em até 1x de R$ 26,00
    Sem Juros - PagSeguro
  • R$ 26,00
    Ou em até 1x de R$ 26,00
    Sem Juros - PagSeguro

Artigos relacionados