Menu fechado

Pentecostais Semipelagianos

PENTECOSTAIS NEOPENTECOSTAIS
E >> ARMINIANOS SEMI-PELAGIANOS
Arminianos confessionais, que sabem o que estão dizendo, não são semi-pelagianos. Até aí tudo bem. O problema é que a maioria deles (que já é uma minoria mesmo) defende suas igrejas (em geral pentecostais) como se todos lá fossem arminianos, mas a realidade é que quase todos são semi-pelagianos.

A situação real é que a maioria mal entende o Evangelho, nunca refletiram sobre a tendência pecaminosa natural do homem porque seus pastores não falam sobre a Graça, não explicam salvação como sendo somente pela fé, então não têm como saber sobre todo o resto, não é mesmo?

E o mesmo está acontecendo quando um pentecostal tenta se defender quando aparece alguma heresia braba, dizendo que aquilo é neopentecostalismo. Isso é covardia, já que todas as denominações historicamente pentecostais no Brasil estão neopentecostalizadas. Usar seu próprio testemunho pra salvar um movimento gigantesco é desonestidade.

PENTECOSTES BÍBLICO X PENTECOSTALISMO
No pentecostes foram chamados de bêbados apenas por quem não tinha discernimento e foi uma minoria, visto que todos os discípulos estavam, não era baderna, mas falando frases em línguas estrangeiras. O que não tem absolutamente nenhuma semelhança com a bagunça pentecostal moderna. Aliás, a Bíblia diz “não vos embriagueis com o vinho […] mas enchei-vos do Espírito Santo”. Qualquer criança ensinada corretamente vê que a Bíblia está explicando justamente que bagunça e aparência de bebedeira é o CONTRÁRIO da ação do Espírito Santo.

DIFERENÇA ENTRE PENTECOSTAIS E NEOPENTECOSTAIS?
Até muitos anos atrás tinha muita diferença (as neopentecostais eram as únicas prometiam vitória financeira, que diziam que as palavras têm poderes mágicos, usavam símbolos judaicos, misturavam elementos da Umbanda, etc.), mas hoje em dia é quase impossível encontrar igrejas pentecostais que não tenham muitas dessas coisas, então hoje é praticamente impossível diferenciá-las.

Se você encontrar uma, tire uma foto, filme, faça um artigo na Internet… pois hoje é item de pesquisa e estudo; item raríssimo.

É de extrema importância que se fale de soteriologia. A questão não está em defender uma posição ou outra, longe disso. Eu sou calvinista porque lendo as Escrituras é isso que vejo. Mas, não importa, que se defenda, então, o Arminianismo nas neopentecostais, contudo, que seja bem explicado a todos que a salvação se dá pela Graça, mediante somente a fé, que vem apenas pela pregação do Evangelho.

Essa frase (esse versículo) sozinho é o fim do movimento neopentecostal! Ele elimina legalismo, liberalismo, pelagianismo, emocionalismo e misticismo, tudo de uma vez. É exatamente essa a questão mesmo: não estamos pregando o Evangelho!

Ninguém está aprendendo o Evangelho e não são incentivados a ler a Bíblia, pois quem lê, logo percebe as doutrinas da Graça e acaba procurando uma denominação mais séria. Então o melhor que esses pastores pilantras fazem é nunca incentivar o estudo e nunca pregam o Evangelho. Façamos isso nós mesmos!

PODER DO ESPÍRITO SANTO
O poder do Espírito Santo no Pentecostes era espiritual, não mágico; uma inspiração, não uma possessão; um poder que não agiria como uma força fanática cega, mas que se manifestaria como um espírito de amor e de uma consciência sã. Depois que o poder desceu, os apóstolos não se tornaram menos racionais, porém mais racionais; não loucos, mas sóbrios; não meros entusiastas inflamados e vazios, mas entusiastas equilibrados, claros e dignos expositores da verdade divina Em resumo, estavam prestes a ser diferentes daquilo que foram no passado, e mais parecidos com o seu Mestre: e não mais ignorantes, infantis, fracos, carnais, mas iniciados nos mistérios do Reino, e habitualmente sob a direção do Espírito de graça e santidade. (A. B. Bruce)

NO QUE VOCÊ CRÊ? E POR QUÊ???
Eu era pentecostal, não sou mais.
Era arminiano. não sou mais.
Era dispensacionalista, não sou mais.
Defender “até a morte” essas coisas (qualquer linha teológica sobre um desses assuntos) é um atestado de idiota. Quem faz isso está doente, está cego. A defesa “até a morte” deve ser só sobre o Evangelho.
Todo cristão deve estar aberto ao diálogo (diálogo não é “conversar”, mas compartilhar, submeter-se ao entendimento do outro e, se preciso, acatá-lo). Virei monergista, continuísta, amilenista e outras coisas por ter convicção que é um entendimento melhor das Escrituras. Se me provarem o contrário, estará provado, oras. Entenda os termos:

– Lucas Rosalem


  • R$ 20,00
    Ou em até 1x de R$ 20,00
    Sem Juros - PagSeguro
  • R$ 26,00
    Ou em até 1x de R$ 26,00
    Sem Juros - PagSeguro
  • R$ 26,00
    Ou em até 1x de R$ 26,00
    Sem Juros - PagSeguro

Artigos relacionados