Menu fechado

“Não vou pedir perdão”

Por Felipe Moura.

Portanto, confessem seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para serem curados Tiago 5:16

Então para receber o perdão dos pecados eu devo confessá-los ao pastor? Não é essa a intenção de Tiago ao instruir que os cristãos confessem seus pecados uns aos outros. A leitura de toda a carta nos dá uma dica do que poderia estar acontecendo na comunidade que recebeu a carta.

Lembre-se que Tiago falou que (1) não devemos ser apenas ouvintes, mas praticantes da palavra; (2) que devemos ser mansos e humildes em vez de dar lugar à ira e ofender nossos irmãos com nossas palavras; (3) que não devemos tratar com mais honra os que possuem riqueza em detrimento dos mais pobres; (4) que não devemos buscar satisfação nos prazeres mundanos, mas lamentar e chorar em arrependimento e buscar satisfação em Deus.

Então, pode-se concluir que existia conflito entre aqueles irmãos. E sabemos que fomos perdoados por Deus, mediante a fé em Cristo, apesar de nossa ofensa tão grande.

A remissão dos pecados, isto é, a salvação por meio da fé em Cristo, somente Deus pode nos dar. Mas existe algo que precisamos fazer a respeito de nosso relacionamento com nossos irmãos.

Quando Tiago diz que devemos confessar nossos pecados uns aos outros ele não especifica se é a presbíteros ou pastores, mas fala da confissão em nível pessoal, dentro da comunidade de crentes.

Alguns pecados envolvem toda a igreja, e este deve ser confessado publicamente; mas outros são particulares, e estes só precisam ser tratados com as pessoas que foram prejudicadas.

Portanto, quando ofendemos nossos irmãos, nosso relacionamento é prejudicado; e a vontade do Senhor é que vivamos em comunhão — portanto a ofensa é oposta à comunhão.

Se ofendemos nosso irmão, devemos confessar isto a ele. E ofensa não é apenas quando falamos algo que o deixa entristecido; pode ser qualquer atitude que venha prejudicá-lo. E quando isso ocorrer, devemos confessar nossa culpa a fim de restaurar o relacionamento; a fim de que sejamos curados.

Na ocasião da confissão está a oração. A oração é o meio que Deus nos deu para experimentar a comunhão com Ele. E Tiago usa o mesmo meio para que os cristãos entendam que, por meio da oração, expressa-se na prática que dependemos de Deus e confiamos nas misericórdias do Senhor.

Se há alguém que você prejudicou ou ofendeu, peça perdão não apenas do Senhor, mas também do ofendido. Se você foi prejudicado ou ofendido, ore ao Senhor para que te ajude a perdoar. Em todas as situações lembrem-se que de maior ofensa o Senhor nos perdoou mediante a morte substitutiva de seu Filho.

Twitter Facebook Instagram

  • R$ 20,00
    Ou em até 1x de R$ 20,00
    Sem Juros - PagSeguro
  • R$ 26,00
    Ou em até 1x de R$ 26,00
    Sem Juros - PagSeguro
  • R$ 26,00
    Ou em até 1x de R$ 26,00
    Sem Juros - PagSeguro

Artigos relacionados